Relaxamento Criativo

Por Maria Rita Gramigna

24/07/2007



 

Fazer uma pausa no cotidiano e relaxar pode trazer mais benefícios do que imaginam as pessoas.

 

David de Prado Diéz, pesquisador  e mestre em criatividade total, autor de várias obras sobre o tema, aponta “ o sucesso do relaxamento criativo desde o princípio do século, com os mais variados objetivos e em vários âmbitos da atividade profissional:

Medicina psicossomática: na melhora de doenças tais como: coração, asma, dores de cabeça, de estômago, etc.

Psicologia: na superação do stress vital e de trabalho, para a integração e harmonia pessoal, para energizar e elevar a auto-estima.

Esportes:  para otimizar a concentração e a energia, incrementar a imaginação e a imprevisibilidade das ações frente aos outros times, para a integração psicossomática da equipe.

Educação:  para aprender com maior concentração, incrementar a imaginação e praticar a imaginação nos estudos, tornando as lições divertidas e facilitando o aprendizado.

Trabalho:  para melhorar a atenção e evitar acidentes, prevenir faltas, melhorar a qualidade das equipes de trabalho.”

 

SENTIDO E RAZÃO DE SER DO RELAXAMENTO

O ser humano do novo milênio está em contato com diversos elementos estressantes, dentre eles:

Ambientes barulhentos

Problemas de relacionamento interpessoal

Excesso de trabalho           

 

Tais elementos geram manifestações psicossomáticas que, cada dia mais, se intensifica:

Tensões musculares, dor de cabeça, rigidez na região dos ombros, nuca e costas.

Cansaço generalizado

Dores de estômago, úlceras, dores de cabeça, taquicardia, pressão alta.

 

As conseqüências são visíveis e se refletem o comportamento cotidiano de cada pessoa. É comum verificar nos ambientes empresariais:

Irritabilidade e agressividade

Ansiedade

Nervosismo

Sensação de cansaço.

Dificuldades para se concentrar e atender às demandas de trabalho.

Índices de acidentes de trabalho acima de padrões normais.

Baixo rendimento e redução da possibilidade de alcançar bons resultados.

 

O relaxamento criativo traz inúmeras vantagens e melhorias na qualidade de vida das pessoas:

Melhor funcionamento do organismo

Promove o descanso reparador

Torna cérebro e mente mais eficazes

Traz equilíbrio integrado e bem estar

Produz a auto realização prazerosa

 

O QUE É RELAXAMENTO CRIATIVO?

Segundo David de Prado, “relaxamento criativo é quase sinônimo de distensão  muscular e psíquica, onde há uma baixa de tensão gerada pelo trabalho e pelo esforço que realizam os músculos  em ação. Tal estado facilita a recuperação paulatina da calma e do equilíbrio pessoal, levando a um estado de paz.

O descanso promovido pelo relaxamento deve-se ao repouso da ação muscular, psicológica e mental. Desta forma, recupera-se a capacidade de esforço da pessoa, devolvendo ao seu corpo seu estado natural e seu ritmo biológico a partir do repouso reparador.

Após umas três horas de atividade, todo ser humano precisa descansar, eliminado as toxinas generalizadas das células e a oxidação das fibras musculares.

As técnicas de relaxamento aceleram este descanso recuperador e integrador das sensações emocionais, físicas e espirituais” . 

POR QUE É NECESSÁRIO RELAXAR?

Com o estilo de vida que os profissionais modernos levam, faz-se necessário recuperar esta capacidade, importantíssima que contribui consideravelmente para ampliar  a sensibilidade humana.

Podemos relaxar em qualquer lugar, em diversas posições e de variadas maneiras. O importante é valorizar e usar a técnica do relaxamento como ferramenta de melhoria da qualidade de vida e da facilitação da criatividade.

 

No caso da utilização da técnica de relaxamento criativo em ambiente empresarial, faz-se necessário criar o clima adequado:

Ambiente físico (condições agradáveis de temperatura, iluminação, ventilação, conforto e sons).

Clima emocional de tranquilidade e calma.

Preparação pessoal (tempo de lugar específicos para relaxamento bem como vestimenta).

Orientações adequadas para o relaxamento criativo.

 

PRINCÍPIOS DO RELAXAMENTO CRIATIVO

 

PRINCÍPIOS

ATIVIDADES

1. Relaxamento muscular integrador (Técnica de Jacobson – relaxamento progressivo tensão/distensão)

Simetria: depois de trabalhar um membro, devemos trabalhar o outro.

Dialética: Jogar primeiro com uma sensação e depois com a oposta.

Ritmo continuado: manter o mesmo ritmo, tom ou intensidade da voz ao longo do exercício.

Harmonia prazerosa: induz imagem e sensação positiva de bem estar, equilíbrio, harmonia e beleza.

Globalidade unitária: sentir o corpo como um todo integrado, visualizá-lo, intercomunicar, mover e acalmar como um ser unitário.

Parcialidade analítica:  a parte e o todo: fazer o exercício membro a membro, músculo a músculo de modo que todo o corpo se veja afetado.”.

2. Autoconsciência corporal (Técnica de Schutz – conceNtração mental autógena  e de Professor David de Prado – relajación imaginativa)

Emotividade sensitiva: sentir o corpo em suas tensões, dores e vibrações. Perceber-se.

Visualização imaginativa: visualizar cada membro do corpo tenso e relaxado.

Mudança induzida: visualizar e sentir mudanças e melhorias.

Identificação bionatural: imaginar estados de seres da natureza e transportar as sensações através da imaginação para o próprio corpo.

3. Criatividade para o relaxamento (Professor David de Prado Diéz)

Visualização interior: ao detectar uma parte do corpo em estado de tensão, imagina reações deste membro, procurar recordações que possam Ter causado a tensão.

Repetição variante: repetir um exercício várias vezes de diversas formas, com criatividade.

Originalidade inventiva: fazer algo como nunca tenha feito, usar movimentos e sons inusuais.

Expressão criativa total: expressar-se com sons, gestos, movimentos, ritmos diferentes. Criar, inovar.

 

Ao vivenciar um relaxamento criativo, estimulamos as funções do hemisfério direito do cérebro, correspondente à fantasia e a imaginação, ajudando o resto do cérebro a relaxar.

Cinco minutos de relaxamento por período de trabalho já trazem benefícios e tornam as pessoas mais harmonizadas e tranqüilas para enfrentar os elementos estressantes.

Maria Rita Gramigna é Mestre em Criatividade Total Aplicada pela Universidade de Santiago de Compostela (Espanha). Graduada em Pedagogia pela Universidade Federal de Minas Gerais e pós-graduada em Administração de Recursos Humanos pela UNA – União de Negócios e Administração (MG). Atua no Mapeamento de Competências, contatos estratégicos com clientes, capacitação gerencial e treinamento da equipe de consultores da MRG Consultoria e Treinamento Empresarial.