Precocidade versus doença emocional

Por Dr. Wagner Paulon

18/05/2008

 



Muitas pessoas possuem tensão emocional e doença induzida pelas emoções, não devido a um arrasador acúmulo de desgostos, mas por não terem aprendido a manobrar a quantidade ordinária de contratempos peculiar a todo ser humano.

A agudeza de conduzir, com eficiência e sucesso, as várias fases duma vida corriqueira, isto é, de modo que produza um máximo de alegria e um mínimo de tensão, é o que se conhece como maturidade.

Ter maturação significa assentar-se emocionalmente: ter-se capacidade para manter serenidade; resignação, coragem, determinação e alegria em situações que levariam uma pessoa imatura à apreensão, terror, ansiedade ou frustração.

Somente alcança-se a maturidade através de um processo de aprendizagem. Infelizmente, não há nenhum lugar, hoje em dia, onde se possa aprender maturidade. Nossas três instituições educacionais - a Escola, a Igreja e a Família - falham nesta parte essencial de nossa educação.
 

Dr. Wagner Paulon - Formação em psicanálise (Escola Paulista), mestre em psicopatologia (Escola Paulista), psicologia (Saint Meinrad College) USA, pedagogia (FEC ABC), MBA (University Abet) USA, curso de especialização em entorpecentes (USP), psicanalista por muitos anos de vários hospitais de São Paulo.