Planejando seu dia com Mapas Mentais

Por Yara Rocca

29/07/2008



Vivemos um tempo de auto-suficiência. Tanto nos negócios quanto na vida pessoal. E é preciso contar consigo mesmo mais e mais a cada dia. Para isso, poucas características pessoais são tão importantes quanto ser organizado, eficiente, inspirado e boa companhia para si mesmo.
Uma ótima ferramenta para desenvolver todas essas qualidades é o Mapa Mental. Ele pode ajudar você a ordenar afazeres, clarear a mente, arquivar idéias e informação, e ter total controle sobre a área de trabalho e o fluxo de tarefas.
A aplicação mais básica que pessoas que trabalham em casa ou por conta própria podem dar para os mapas mentais é o planejamento diário. Com um dia bem planejado, gerenciamento de tempo e memória suficiente, o foco torna-se bastante natural.
Se você for o seu próprio secretário e recebe muitos telefonemas e e-mails todos os dias, registre todos em um mapa mental. É melhor tê-los todos juntos em um só lugar, onde você possa vê-los numa olhada rápida, ao invés de distribuí-los em cadernos diversos ou em vários arquivos e pastas de computador. Você também pode criar mapas específicos para cada telefonema ou mensagem, fornecendo mais informação e uma lista de tarefas a cumprir.
A técnica pode ser usada tanto na vida profissional como na vida pessoal, pois estimula o gerenciamento de prioridades, a agilização de processos e a tomada de decisões, aprimora a capacidade de aprendizado, desenvolve a visão global e aumenta a criatividade na solução de problemas.
Segundo Liz Kimura, única representante oficial da técnica no país, quando fazemos anotações, sejam elas de estudo, reuniões ou planejamentos, 90% das palavras que escrevemos são desnecessárias para a compreensão da idéia. "O Mapa Mental mostra como utilizar cores, palavras chave e ramificações de idéias para que possamos compreender o assunto com mais facilidade. Esses "truques" dão mais agilidade ao pensamento e também na tomada de decisões", explica.

Organize suas idéias e seja mais eficaz

Sabia que se estimulado da maneira correta, o cérebro pode ampliar sua capacidade de memorização, produtividade e criatividade nas atividades do dia-a-dia?
A principal vantagem é o estímulo na geração de idéias e na organização das mesmas. Isso é essencial, pois são através de idéias que encontramos alternativas, soluções, criamos novos projetos, produtos etc. Tudo se inicia com uma grande idéia! No entanto, se não estiverem bem organizadas, as mesmas se perdem ou dificultam sua implantação e execução.
Quando você faz dos mapas mentais um hábito diário, você entende como é importante distribuir seu tempo, energia e atenção entre os muitos campos de atividades e interesses com que você está envolvido. Negócios, estudos, tarefas domésticas, hobbies e saídas páram de interferir um no outro. Você descobrirá quantos projetos pode tocar com todo o tempo que você tem nas mãos.
Obviamente, alguns dias não são tão previsíveis quanto gostaríamos. Nestes dias, você pode usar um mapa mental dinâmico para acompanhar o desdobramento do seu dia. Se você está envolvido em um trabalho de grupo e depende do sinal de alguém para começar, ponha no seu mapa contatar a pessoa e pedir por um parecer. Começar um mapa mental fará tudo acontecer!
E porque você é humano, você merece dias de folga também. Para estes dias, os mapas mentais são tão importantes quanto para dias de serviço, senão você pode arriscar gastar mais tempo do que gostaria escolhendo e decidindo. Por exemplo, você pode mapear previamente seus lugares favoritos para visitar, pequenos prazeres há muito negligenciados, um encontro, o filme que você não pode perder, uma mostra ou show interessante, coisas que você adoraria fazer e poderia aproveitar um dia de folga para curtir. Depois que o mapa estiver feito, você pode selecionar e ordenar o que fazer, e em que seqüência.
Qualquer dia é uma oportunidade para descobrir e evoluir. Fazer mapas mentais permite usar as capacidades incríveis de organização do seu cérebro e multiplicar suas possibilidades.