Pare de Reclamar

Por Bruno Soalheiro

09/07/2008



Como é desagradável na vida convivermos com pessoas que tem o hábito de reclamar, de lamentar, de suspirar constantemente sob o "peso da vida"...

E como é pior ainda quando nós mesmos começamos a sucumbir a este triste vício de comportamento.

Quando reclamamos, o fazemos através de palavras, gestos e emoções. É todo um processo de desgaste e perda de energia, tanto para o que reclama quanto para o que ouve. Nosso semblante, nosso coração, enfim, todo o nosso bem-estar é "envenenado" quando começamos com as reclamações e lamentações.

Verdade já foi dita, e que seja mil vezes repetida: Em qualquer área da vida, reclamar não leva ninguém a nada, falar que "a situação está preta, a crise está pegando, a vida é um fardo pesado e etc. de nada serve, a não ser para desgastar e dissipar energia que poderia ser usada para mudar as coisas.

Se algo em sua vida não vai bem, em relação ao trabalho ou a alguém de seu convívio, não só reclame, mas procure criar caminhos para a mudança. Reclamar é diferente de reivindicar mudança. Quem reclama só quer falar, lamentar, refletir sobre "com a vida é ingrata". Quem reivindica quer mudança, tomada de atitude, modificação de algo em si mesmo, no outro ou no ambiente ao redor.

Na vida pessoal e na carreira é inegável que sempre haverá convívio; seja entre duas, dez ou cem pessoas diferentes. E há coisas nos outros e na "vida" que certamente não vão nos agradar, assim como haverá coisas em nós que não agradarão a muitos.

Sei que você leitor, provavelmente já leu sobre este tema em muitos artigos e pode estar se perguntando: E daí, não é novidade nenhuma que reclamar é perda de tempo!

Concordo, não é novidade; assim como não é novidade que devemos nos exercitar mais, comer menos, ser mais pacientes, evitar beber muito e etc. São coisas que sabemos, mas das quais nos esquecemos, talvez até mesmo por já estarmos cansados de saber.

Então o que eu quero propor nesta semana é uma breve reflexão sobre isto, e embora meus textos sejam muito focados em gestão de carreira, creio que pensar este tema traz benefícios para a vida como um todo.

Vamos pensar sempre se estamos "reclamando por hábito", ou "reivindicando mudanças" para melhor e criando condições para isto. Às vezes até parece que é a mesma coisa quando olhamos de longe; mas de perto faz uma diferença enorme!

Até mais!


Bruno Soalheiro é Psicólogo, palestrante e consultor em desenvolvimento humano.