O que causa a ansiedade

Por Jorge Antônio Monteiro de Lima

16/07/2010

 


O que causa a ansiedade? Ela é comum em nossa sociedade?

Sim é extremamente comum. Hoje em dia aproximadamente 54% da população geral sofre algum tipo de ansiedade patológica que coloca o indivíduo fora de controle abalando seu sistema nervoso. O estresse hoje atinge 99% da população geral.

São causas desta ansiedade: a violência urbana, desemprego, fome, crise política, moral, econômica, social a falta de perspectiva de que as coisas vão melhorar a banalização da cultura, massificação do pensamento coletivo em nossa sociedade, mercantilização da afetividade, crises afetivas, banalização da sexualidade e perda de contato com o sagrado, queda na qualidade de vida tudo isto fomenta o aumento da ansiedade.

Estamos em um mundo em crise de valores mais profundos, ou seja, numa crise existencial coletiva e isto tudo nos retira as certezas em que tanto nos agarrávamos. Fora isto tudo vem a globalização, a velocidade e o excesso de comunicação que na maior parte das vezes é inútil pois não conseguirmos absorver tudo. A consciência humana mudou sua temporalidade e o tempo vivencial está mais acelerado que o da natureza e isto causa a ansiedade. Temos vivido de futuro e nos esquecemos facilmente do presente e do passado.

Por último o mais triste de tudo: o ser humano vem sendo tratado como uma máquina programável, cujas reações podem ser mensuradas, avaliadas e previstas qual um autômato. Na área de saúde isto é claramente visível. A busca por "aditivos" químicos está desenfreada, drogas e mais drogas lícitas ou ilícitas. A neurociência atual que tanto fala da afetividade nos deixa claro que todo sistema nervoso é regido por contexto subjetivo em que cada um será um ser individual. Mas mesmo ela tem um racha quando encontramos toda uma "forma de programação" embutida em sua práxis. Veja o tanto de técnicas e terapias milagrosas que são anunciadas o tempo todo pela mídia. Estamos na era da panacéia desvairada, a droga milagrosa que vai retirar seu sofrimento urgente, da psicoterapia curtíssima em 3 sessões, tudo sem trabalho nem esforço. Banalização de tudo. Quer ansiedade maior que isto?

A mercantilização da área de saúde crescente é algo que nos dá medo.

Atenda o mais rápido possível o maior número de pacientes que você fica
rico! Este é o apelo passado subliminarmente. Produção em série para curar
doenças?

Este é o modelo proposto por planos de saúde e pelas universidades,
aceito e sacramentado pelo ministério da saúde.


Jorge Antônio Monteiro de Lima é pesquisador em saúde mental, Psicólogo e musico Consultor de Recursos Humanos Consultoria para projetos de acessibilidade para pessoas com necessidades especiais email: contato@olhosalma.com.br - site:www.olhosalma.com.br