A importância do fator ambiental para os grupos e a organização

Por Alexandre Quinta Nova Teixeira

2000


Desde que nascemos estamos sempre em um grupo ( no caso o grupo familiar). Além do grupo familiar e social que introjetam valores sociais na criança, o fator ambiental também é importante para o desenvolvimento pessoal.
O Padre Ávila define o fator ambiental como o quadro natural, no qual se desenvolve os grupos, e no qual aparecem e se diferenciam as civilizações. Em outras palavras podemos dizer que: a situação geográfica, a composição do solo e do subsolo, o relevo, a hidrografia, o clima, o regime pluvial, o ciclo estacional, a fauna e a flora. Estes fatores são importantes e influenciam nas pessoas ou grupos sociais deste meio.
Com isto podemos dizer que as pessoas que nascem em determinada região tem características próprias. Desta forma quem nasce em Minas Gerais, geralmente é fechado e desconfiado. Não quero dizer que todo o mineiro é fechado e desconfiado, é lógico que temos que levar em conta as diferenças de cada pessoa, mas os mineiros são conhecidos como fechados e desconfiados por causa de fatores ambientais que influenciam em nosso temperamento.
Da mesma forma que o fator ambiental influencia no comportamento de um grupo de indivíduos de uma região, este grupo pode influenciar no ambiente modificando este para sua melhor sobrevivência do grupo que vive naquela região.
Desta forma temos a Antropogeografia, que se preocupa com as influencias do meio sobre o homem, e a Geografia Humana, se preocupando com a influencia do homem sobre o meio. Neste sentido a Sociologia focaliza sempre os grupos humanos, seja como objeto passivo" as influências exercidas pelo o ambiente" ou seja como agente ativo" os quais o homem ata sobre o meio".
Desta forma grupo pode modificar o fator ambiental progressivamente destruindo a sua vegetação para construir mais casas, fábricas e outras coisas que facilitam a sobrevivência dos homens e enriquece o patrimônio cultural nesta região.
Cada vez mais está modificando o ambiente em que vivem, começando a criar um desequilíbrio ecológico. Contra este desequilíbrio o naturalista alemão Haeckel criou o termo ecologia. A ecologia é a ciência que estuda o comportamento das espécies vivas dentro de um determinado ambiente em busca de um equilíbrio e de sobrevivência.
Como vimos o fator ambiental está tendo maior importância com o surgimento da antropogeografia, da geografia humana e da ecologia. Estas teorias nos mostrou que devemos respeitar o meio em que vivemos. Desta forma devemos interagir com o nosso meio.
Hoje em dia, com a criação da ecologia, o homem tem a consciência que se deve interagir com o meio em que vive, estabelecendo assim um equilíbrio ecológico. Desta forma o grupo está cada vez mais respeitando o meio em que vive. Com isto o homem tende a evitar a poluição dos rios, o desmatamento das florestas e a violência contra os animais.
Mas além destes pontos positivos esta nova mentalidade impede o crescimento de países que estão em desenvolvimento, como o Brasil que precisa exercer a influencia sobre o meio para se desenvolver. Com isto podemos assistir a diminuição progressiva do desenvolvimento deste país em favor de uma excessiva idéia de equilíbrio ecológico.
Isto acontece porque no exterior, principalmente nos países desenvolvidos, onde não há muitos recursos naturais. Desta forma os países desenvolvidos não estão se preocupando muito com o equilíbrio ecológico. Os olhos estão voltados para os países em desenvolvimento, onde os recursos naturais são maiores, principalmente o Brasil que é considerado" pulmão do mundo". Com isto o Brasil tem que respeitar o meio, para a sobrevivência do planeta, impedindo que o país progrida para seu desenvolvimento.
O que vejo hoje em dia são várias guerras, bombas atômicas, criações cientificas, como a clonagem, entre outros coisas que só serve para destruir o homem e o meio onde este vive. Quando aqui no Brasil se corta uma arvore o mundo todo fica aterrorizado.
Para manter este equilíbrio ecológico, as organizações também tiveram que mudar a sua forma de trabalhar. Com isto as industrias estão preocupadas em interagir com o meio em que vivem. Desta forma elas tem uma maior preocupação em poluir o ar, rios, o desmatamento das florestas e a morte de animais em extinção.
Um exemplo disto é uma fábrica de papel que conheci no Espirito Santo. Esta fábrica necessita da celulose que é retirada da madeira das arvores.
Após de extrair a celulose esta fábrica pratica o reflorestamento para preservar o fator ambiental.
Com visão do equilíbrio ecológico, as organizações tem que se adaptar ao meio em que estão e não modifica-lo. Desta forma as organizações extraem do meio somente o que este lhe oferece.
Com isto o fator ambiental influencia e muito nas organizações, que deve levar em conta o clima, o relevo, o solo, o subsolo, hidrografia, a situação geográfica, o regime pluvial, o ciclo estacional, a fauna e a flora.
Com este texto pude ver o quanto o fator ambiental é importante para a visão de grupo e das organizações de hoje em dia. É certo em dizer que devemos preservar o meio em que vivemos, para a sobrevivência do planeta. Mas eu acho que isto deveria ser uma preocupação mundial e não impedir o desenvolvimento de certos países, como o Brasil, por causa do equilíbrio ecológico.

REFERENCIA BIBLIOGRÁFICA:

- BASTOS DE ÁVILA, Pe. Fernando- In: Introdução á sociologia -8a. Edição - Agir Ed, Rio de Janeiro- R.J.,1996.