Humor: Irritação pode gerar descontrole emocional

Por Adriana de Araújo

12/06/2009



O que é irritação?
A irritação é uma emoção e pode variar de intensidade que pode ser desde um desconforto que gera uma certa impaciência até a fúria e o ódio.
O problema normalmente se dá quando a pessoa perde controle do estado emocional e começa a reagir intensamente sobre algo que não tem essa devida proporção. Por conseqüência de outros sentimentos que surgem muitas vezes ao mesmo tempo, como ansiedade, agitação, pressa e descontrole emocional, ocorrem alterações fisiológicas e
como por exemplo, tremor, falta de ar, dor muscular, coração acelerado, pelos arrepiados, etc.
O que desencadeia a irritação pode ser algo interno ou externo.

Auto-reflexão:
Você alguma vez parou para pensar se tem ficado irritado além do que deveria? Sim, sugiro a reflexão. Algumas pessoas se acostumam com o problema e passam a achar que a vida é assim, e que isso é normal.
Existem diversas causas que podem provocar irritabilidade e descontrole emocional; muitas vezes a causa está no mau funcionamento do cérebro, e do estado emocional que a pessoa se encontra por conseqüência das escolhas e pensamentos que ela tem sobre a vida.
Quando pensamos e agimos de forma irritada recebemos vários feedbacks, respostas e estímulos de outras pessoas por conseqüência de nossos atos e isso pode se tornar uma bola de neve negativa.

O que causa irritação? Quais as causas?
Entretanto, normalmente as pessoas que manifestam irritação relatam que os fatores externos são predominantemente os responsáveis por esse sentimento negativo.
Acontecimentos como transito, espera, imprevistos são os vilões da causa da explosão.
A pessoa tende a reagir não só pelo problema do momento em si, mas revive, trás uma seria de sensações negativas passadas e "super valoriza" o negativo, agindo e pensamento dentro
desse contexto exagerado e sobressaltado de emoções.

Outras doenças associadas:
Depressão, ansiedade, comportamento compulsivo, e outras questões emocionais quando associados vão piorar os sintomas da irritação. Por isso, a avaliação para um diagnostico de um profissional é fundamental, bem como um tratamento adequado são fortemente recomendados.

Você interagindo com os outros:
Os acontecimentos em si não são justificativas para um ato grosseiro ou mesmo irritado. Na verdade, não são os outros que nos irritam, mas nos que nos irritamos e nos incomodados com as pessoas e situações a nossa volta. O controle está em nossas mãos, cada um pode fazer diferente com novas ferramentas emocionais e atitudes.
Lembre-se “As pessoas sempre fazem o melhor que podem, segundo seus recursos disponíveis em cada momento.” Assim como você faz seu melhor no momento, as outras pessoas também. E a partir da aceitação disso, você pode buscar melhoria, um estado de melhor resultado e qualidade naquilo que você quer.
Todos fazem o que podem, com as informações que dispõem no momento. Depois que o tempo passou é mais fácil ver e refletir sobre o que passou, mas não se pode aplicar essa percepção injustamente, pois agimos segundo o presente. Por isso, todo e qualquer julgamento pode ocorrer distorções, generalizações, equívocos e por isso, as atitudes podem dar margem para interpretação impensada e errada.

Dicas para começar o processo de cura para se acalmar:
1- Relaxamento físico e mental, através de respiração e concentração.
2- Desviar o pensamento:
a) Focar o pensamento no presente, sem resgatar mágoas passadas que intensificam o problema;
b) ou focar o pensamento no futuro e possivelmente você perceberá que o que está te aborrecendo não tem tanta importância quando parece, o tempo é um ótimo remédio e auxilia nas questões emocionais.

Você pode melhorar sua forma de pensar e reagir de outro modo para obter novos resultados. Durante o processo das sessões que serão especificas para a correção de distorções de pensamento, equívocos de raciocínio, “auto-engano” e principalmente aprendizado para o alcance de excelência, com sucesso naquilo que você faz. Durante o processo, as sessões são constituídas de exercícios específicos para resolução e alcance de metas.

Adriana de Araújo - psicóloga clínica, com 10 anos de experiência profissional, mais de 700 horas de treinamento teórico em hipnose, especialista em Programação Neurolinguistica, EMDR, Coaching de Vida, Hipnose Ericksoniana e Novo Código da PNL (atualização da Programação Neurolinguistica), sendo a única psicóloga clínica com essa formação em São Paulo e região.
Treinada pessoalmente por John Grinder (criador da PNL e do Novo Código), por Jeffrey Zeig (ex-aluno e presidente da Milton Erickson Foundation, Phoenix, AZ, USA), entre outros profissionais qualificados e renomados (nacional e internacional).

Adriana de Araújo
Counselor and Executive Coach
www.desenvolvimentoexcelencia.com.br
www.osegredoparaemagrecer.zip.net
www.treinamentopraticodememorizacao.zip.net
www.osegredoparavenceradepressao.zip.net