Evite Sofrer Indefinidamente

Por Silvia Malamud

30/10/2008



TRAUMAS, INCONFORMISMOS, EMDR, GENOSSOCIOGRAMAS, TÉCNICAS XAMÂNICAS E VIAGENS EXTRAFÍSICAS

Uma situação inesperada pode nos levar a um estado de choque colocando partes de nossas existências suspensas no ar. Então, continuamos as nossas caminhadas, deixando pedaços de nossas totalidades para "trás".
Quando não nos conformamos com uma situação, quer seja pelo medo, quer seja pela dor, é sinal de que não se viveu o fato em si, em sua totalidade. Este apenas foi vislumbrado pelo receptor devido à dimensão e ao susto de como o fato se apresentou. O que costuma acontecer como defesa automática pela sobrevivência é uma espécie de negação do momento, entra-se em choque com o mesmo, mas não se vivencia o fato em sua real dimensão.

Na medida em que se nega um evento, adquire-se o trauma, sendo que esta situação emocional pode permanecer orbitando na pessoa de modo indefinido.
O triste de tudo isso é que por muitas vezes traumas acontecem com grupos e famílias e porque não tiveram condições emocionais para entrarem em contato com a dor ficam com o fato, de modo subliminar, atingindo extensivamente toda a família e, pior, por eras a fio de modo transgeracional. Fica tudo no limiar da consciência de todos e a forma violenta como o evento se repete é enorme, muitas vezes mudando de cara, mas com o mesmo em conteúdo, sendo que na cabeça de todos fica algo dual, numa espécie de inconformismo o qual não se pôde evitar.

Tem um exemplo muito interessante que ilustra este fato: Um rapaz, com um tumor na cabeça, foi tentar entender os aspectos emocionais que envolviam esta doença que o tinha acometido.
Durante o tratamento, foi perguntado sobre a história familiar dele. O mesmo revelou que vinha de uma família de cabeleireiros e que o mesmo também era. Lembrou também de que a sua origem familiar vinha desde os tempos dos vikings.
Neste momento de tratamento, pelo genossociograma, foi perguntado o que os vikings costumavam fazer naquela época em que existiram. Prontamente, o rapaz respondeu:

Oras, eles eram os mestres das espadas e as utilizavam para decepar as cabeças dos inimigos... veja que horror!

Neste momento, algo maior e transgeracional se descortinou dentro dele. Uma culpa não dita permeava por gerações todo o seu ambiente familiar, tanto é que a maioria trabalhava para enfeitar/reparar cabeças sendo cabeleireiros, mas pelo visto a empreitada ainda não havia sido o suficiente para que uma expiação ocorresse... Ele tinha um tumor... E na cabeça!
A partir deste momento de lucidez, o rapaz resolveu mudar todo o sistema perceptivo de seu passado e começou a desenhar um futuro muito mais promissor para si mesmo. Recuperou-se, mudou totalmente de profissão e literalmente desgarrou-se de um sistema silencioso que mantinha essa família em sofrimento. Libertou também as futuras gerações para que criassem novas realidades criativas de modo muito mais livre do que ele e seus antepassados puderam vivenciar até então. Desobrigou-se também e assumiu a sua própria existência sem pendências. Liberou-se de uma questão traumática transgeracional.

Muitos xamãs fazem um tipo de viagem astral chamada de o Resgate da Alma, dizem que um pedaço da alma da pessoa ficou preso em algum lugar-tempo devido a alguma circunstância de vida e eles, os xamãs, vão em busca desses pedaços, sendo que quando acontece o resgate, sopram devolvendo o pedaço da alma, no topo da cabeça e no coração da pessoa.
Várias pessoas têm me perguntado se por intermédio de uma projeção astral consciente, pode-se encontrar explicações sobre o motivo que determinados tipos de encontros acontecem aqui neste plano deste ou daquele modo. A minha resposta é sempre sim, porém, não é tão fácil assim de se obter ter lucidez sobre os fatos.
O buscador deverá em primeira instância, observar se existe algum nó emocional forte travando o que costumamos chamar de o encontro imediato, onde a intenção projetiva faz a ação do conhecimento.
Muitas vezes estamos juntos com alguém devido a algum evento traumático mal resolvido que por algum motivo se casa com o da outra pessoa que tem uma ordem similar.

Aqui está outro exemplo para que fique mais claro:
Vamos figurar uma situação em que uma criança está presente na cena em que um homem bate violentamente numa mulher. Na sua compreensão, o terror e a possibilidade de extermínio são enormes. Como defesa, esta criança cria internamente uma situação mágica para solucionar esse evento tão irracional, de acordo com o seu mundo interno e, devido às suas experiências anteriores fantasia, como solução, algo que sobrevém numa matemática perfeita; neste caso, esta criança resolve se portar totalmente cordata e passiva a tudo e a todos, supondo que deste modo jamais atrairá esse tipo de violência para si.

Neste exato momento de solução, sua mente apaga o evento e, junto com ele, partes de sua autonomia e poder pessoal também se apagam, mas o trauma continua coexistindo norteando a conduta dessa criança, sendo que em sua vida adulta, ela poderá atrair parceiros e situações o tempo todo colocando à prova o seu mandato anterior e interior, mandato este proveniente de um estado de choque não resolvido.
Situações traumáticas, questões mal resolvidas que ficam à margem da consciência nos perturbando são passiveis de serem totalmente reprocessadas quando fazemos uma pesquisa focada e competente.
O trabalho com EMDR ajuda sobremaneira para que essas cenas ou situações perturbadoras que vivenciamos sejam totalmente redimensionadas. No EMDR, os hemisférios cerebrais, por uma metodologia própria se comunicam trazendo e reprocessando todo o material simbólico, emocional e traumático.
É tão eficiente que, nos EUA, pessoas que passaram por algum tipo de violência, por exemplo, e fazem EMDR antes de ir ao júri, já não podem ir mais porque muitas vezes o fato em si perde o sentido de exposição. Trabalhos com genossociogramas também são muito eficientes para estas situações.
Evite sofrer indefinidamente e leve-se a sério. Sua vida não pode e não deve ser um ensaio geral. Você tem validade e merece ser feliz.

 

Silvia Malamud é Psicóloga e atua em seu consultório em São Paulo. Tel. (11) 9938.3142 - deixar recado. Autora do Livro: Projeto Secreto Universos. Email: silvimak@gmail.com